27 de maio de 2016

Resenha: Wolf In White Van

Título Original: Wolf In White Van
Autor: John Darnielle
Editora: Record*
ISBN: 978-85-01-10466-3
Ano: 2016
Páginas: 224
Avaliação: ★★★★
Sinopse: Bem-vindo a Forte Itália, um jogo de estratégia e sobrevivência. A primeira rodada já vai começar. Depois de sofrer uma lesão que desfigurou seu rosto, Sean Phillips passa a criar jogos em que desconhecidos podem viver aventuras maravilhosas e trágicas. Sua primeira criação é Forte Itália, um RPG no qual ele envia uma cena por correio, e o jogador responde com uma ação. Bem simples. Mas o próprio Forte Itália, o objetivo final do jogo, com suas paredes labirínticas e sua promessa de estabilidade e segurança em meio a um Estados Unidos pós-apocalíptico, é inalcançável. Há apenas duas possibilidades: ou você continua em movimento, ou morre.

 Sean Phillips sempre foi uma pessoa reservada, quieta e, acima de tudo, sonhador. Não desse que viajam e esquecem de fixar os pés no chão, mas sim desses que busca sentido e significado para tudo e todas as coisas. Sua modesta vida ganhou ainda mais tons escuros quando um "acidente de percurso" quase o matou. A sequela daquilo foi uma lesão em seu rosto que tornou-o alvo de olhares curiosos desde então.

"As pessoas têm ideias e teorias sobre como lidar com ferimentos catastráficos, mas elas quase sempre são baseadas em questões práticas. Elas estão certas em pensar que os aspectos práticos - como você vai viver? o que você vai fazer? - são importantes, mas não são o principal. O principal é o que acontece com a sua percepção, como você muda depois de ter visto certas coisas."
Página 27

 É graças a essa solidão em que ele aparenta estar emergindo que surge a ideia do RPG (Role-playing game) Forte Itália. Se o jogo é uma vastidão de mistérios, sua essência é simples: Os jogadores participam do jogo enviando cartas a Sean ditando uma ação, enquanto Sean responde com uma consequência daquela ação. Típico de um RPG para quem conhece o funcionamento desses tipos de jogos. Porém quando dois jovens perdem a noção do real e abstrato a vida e o magnifico jogo de Sean se voltam contra ele. 

 Wolf in White Van é complexo e não é uma leitura tão direta quanto se imagina. A leitura não acontece em ordem cronológica, o que nos obriga a divagar com o personagem entre passado e presente.

 E por falar em personagem, o protagonista Sean é o reflexo exato da história. É o tipo de personagem que você percebe que feito exatamente para aquele enredo e o enredo para ele, tornando os demais meros figurantes, sem perder a importância, claro.

 Estruturalmente a minha expectativa era que o livro se aproximasse mais de "Jogador Numero 1" (em termos de história), já que a premissa me induziu a isso. O final é um tanto surpreendente e curioso, o que faz jus a tudo que o livro propôs.

 Não consigo definir exatamente o que me atraiu pelo livro pra afirmar que gostei, mas é uma história que se diferencia pela originalidade e naturalidade que ela se desenvolve. Não é um enredo de altos e baixos, entretanto também não tem momentos de "temperatura máxima" e muito menos de marasmo. Possui uma dosagem certa de drama e ficção e, talvez por isso, tenha caído no meu gosto. Fica a dica de leitura.


*Parceria: Grupo Editorial Record, Selo Record

5 comentários:

  1. Olá, Carlos.
    Não conhecia esse livro ainda e não li o outro livro citado mas já li algumas resenhas dele. Eu gosto de livros assim, mas pelo o que você falou ele é meio complicado de acompanhar. Então não sei se eu leria ele no momento. Mas é um livro a se deixar anotado.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, não é nada complicado. O autor é bem detalhista, mas não dificulta em nada a leitura.

      Excluir
  2. Oi, Carlos!
    Não conhecia este livro, mas é beeem interessante, gostei muito dos seus comentários! Sem contar que a capa é linda. Quem sabe um dia tenho a oportunidade de conhecer este autor.

    Beijo.
    livrosdawis.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá Carlos!
    Curti a capa! Gostei também da proposta do livro, mas o fato dele exigir um pouco de atenção na leitura me desanimou. Gosto de livros assim mas atualmente estou com tanta coisa para ler que ando preferindo leituras mais fluidas.
    Bjs

    EntreLinhas Fantásticas - Participe do nosso SORTEIO do DIA DOS NAMORADOS <3

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...