30 de setembro de 2015

Resenha: Para Continuar

Subtítulo: Quando o amor acontece, uma luz se acende
Editora: Novas Páginas
Autor: Felipe Colbert
ISBN: 978-85-428-0596-3
Ano: 2015
Páginas: 224
Avaliação: ★★★★★
Sinopse: Envolver-se com a jovem Ayako é a oportunidade perfeita para Leonardo César esquecer a sua vida tediosa e perigosamente limitada, tudo por culpa do seu coração defeituoso. Enquanto isso, com a ajuda de seu avô, Ayako tem a difícil missão de manter inacessível um porão de dimensões que vão além da loja de luminárias que ela gerencia, repleto de milhares de lanternas orientais, cujo mistério envolve os habitantes do bairro da Liberdade. A partir dos crescentes encontros entre Leonardo e Ayako, uma nova lanterna surgirá para os dois. Eles terão que protegê-la com afinco, ou tudo que construíram juntos poderá desaparecer a qualquer momento. O que ninguém conseguiria prever é que Ho, um jovem chinês também apaixonado por Ayako, colocaria em risco o futuro desse objeto. E com ele, o sentimento mais importante que dois seres humanos já experimentaram.

 De onde menos se espera, surgem grandes histórias que ficam na memória por um bom tempo. Para mim, Para Continuar será uma dessas. 

 Leonardo César é um estudante de Design e tem Cardiomiopatia Dilata Idiopática. Em suma, o coração dele tem um sério risco de parar a qualquer momento, o que o impede de andar de bicicleta ou jogar futebol com os amigos, por exemplo. Por falar em amigos, Penken (o Gustavo), seu melhor amigo é uma das pouquíssimas pessoas que sabem da doença de Leo, já que o próprio não espalha a noticia para evitar olhares penosos sobre ele.

 Mesmo com o problema e a superproteção por motivos óbvios dos pais dele, Leonardo tenta levar uma vida normal sem grandes baques que o pudessem abalar. Mas e quando o amor bate a porta? Eis o que acontece num dia comum em um trem, quando ele se apaixona pela então desconhecida oriental Ayako. A paixão foi tanta que ele vai atras dela e descobre a fantástica loja de luminárias na qual ela mora e trabalha, herança do seu amado avô, ainda vivo. O que ele não imagina é ser correspondido pela tímida garota e que o terceiro habitante daquela loja de luminárias (Ho) não iria gostar nada daquele possível relacionamento dos dois. 

 Não bastasse tudo isso, grandes mistérios pairam sobre a trama: O primeiro é o passado de Ho. O segundo é o segredo que Ayako tanto esconde: Milhares de lanternas orientais guardadas a sete chaves no porão da loja. O que significaria tudo aquilo? 

“Você está vendo algo mágico, mas a magia não se limita a atos extraordinários. Ela está no nosso dia a dia. Se você for observadora, vai reconhecê-la.”
Página 18

 Não é de hoje que observo um grande avanço nas obras nacionais. Surpreendentemente (pelo gênero) o livro me conquistou completamente, mesmo tendo consciência que não é uma estória tão fantástica assim. A velocidade e fluidez da leitura (li em menos de 24h - uma noite e uma tarde), os momentos de aflição que o livro propõe (aquelas cenas finais... sofri), a narrativa leve, limpa e cativante... Enfim, posso passar horas enumerando os pontos que fizeram o livro receber minhas cinco estrelas. 

 Os personagens favorecem: Leo, apesar de doente, não é aquele cara que faz da doença sua zona de conforto, ainda que ela o irrite bastante (principalmente por o impedir de tocar sua vida como ele gostaria). Ayako é aquela personagem que você sente vontade de conhecer pessoalmente, seja pela simplicidade, seja pela beleza de sua personalidade ou física. Os personagens secundários não são apenas para preencher o livro. Cada um tem sua "funcionalidade" dentro da história (até mesmo a ex de Leonardo). 

 O final pode não ser tão surpreendente mas reserva boas emoções. Não foi o que esperava mas deu aquela sensação de "é, faz sentido!". As revelações são bem impostas, evitando as terríveis pontas soltas.

 Foi aquela história que mesmo depois do fim ficou fixa na mente. Sei que muitos não irão achar tanta coisa assim e eu entendo completamente. Mas é o risco que se corre quando se deixa cativar. Leitura indicada a todos. 


Parceria: Novo Conceito (Selo Novas Páginas)

7 comentários:

  1. Helloo, cara! Tudo bem?! *-*
    Que resenha linda. Fiquei com uma vontade imensa de ler. Pelo motivo óbvio de ser literatura nacional (gosto de gostar de nacionais) e porque tenho curiosidade em descobrir um pouco mais das obras do Felipe.
    Dá para notar que o livro não tem aquele q fantástico e surpreendente, mas ele já me cativou só pelo que tu me informou na resenha. Tenho certeza que vou gostar bastante.
    Parece que a lista da minha estante vai aumentar ahaha
    Beijin...
    http://piecesofalanagabriela.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um livro bem simples mas que consegue prender o leitor. Curti bastante, tanto que já pretendo ler o outro livro do Felipe.

      Excluir
  2. Ei, Carlos Magno!
    Eu li Para Continuar e amei tanto o livro! A escrita do Felipe me conquistou!
    Abraço :)

    minhasecretapoesia.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Adorei sua resenha! Estou curiosa para ler esse desde o anuncio do lançamento graças a capa linda e ao fato de ser um livro nacional. Imagino que delicia deve ser ler um livro que se passa em um bairro tão querido de São Paulo!
    EntreLinhas Fantásticas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deve ser curioso pra quem vive na região ler sobre ela em um livro, não é mesmo? Vale a pena conferir :)

      Excluir
  4. Nossaaaa, vou reforçar as palavras da minha amiga Thalita Branco!
    Eu simplesmente me apaixonei pela capa e pela sinopse!! Eu sou fã da literatura fantástica nacional, tenho alguns lidos e alguns na grande fila de espera e este está na lista de próximas aquisições, estou até seguindo o autor no facebook!! *----*

    Sua resenha só me fez ficar mais curiosa e ansiosa pela leitura!!

    Que venham mais livros nacionais \o/

    ResponderExcluir
  5. Que capa lindinha com essa luminárias!
    Já tinha visto livros desse autor por aí, mas nunca tive a oportunidade de lê-los. Agora esse parece interessante, apesar de eu me perguntar se não é um romance corrido e previsível.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...