4 de agosto de 2015

Resenha: Missão Pré-Sal 2025

Título Original: Missão Pré-Sal 2025
Autor: Vivianne Geber
Editora: Record
Ano: 2015
Páginas: 364
ISBN: 978-85-03-00949-2
Avaliação: ★★★
Sinopse: Londres, segunda década do século XXI. Rodolfo Ruppel, oficial da Marinha brasileira, é enviado à capital britânica numa missão secreta, sob o pretexto de participar de evento de uma empresa especializada em defesa naval. Viaja com a esposa, Carla, e pretende aproveitar a oportunidade para tentar reinventar o casamento já desgastado. Pouco lhe é informado acerca da missão, mas sabe que terá de recapturar informações roubadas sobre o ambicioso Projeto Pré-Sal 2025, grande conquista tecnológica da Marinha brasileira: um submarino híbrido, semidiesel, seminuclear – a arma capaz de alçar o país à elite militar mundial –, cujo principal objetivo era a defesa do pré-sal brasileiro. As instruções, criptografadas em Os girassóis, de Vincent Van Gogh, envolvem Ruppel em uma rede de alianças e traições, trama intrincada em que conhece a misteriosa e sedutora engenheira naval Victoria Borges, que o conduzirá a um mundo de prazer e perigo até então desconhecido. Vivianne Geber é militar há 17 anos, prestando assessoria jurídica à Marinha do Brasil. Em Missão pré-sal 2025, a autora utiliza seu conhecimento profissional para trabalhar com grande habilidade questões factuais na envolvente trama de espionagem.

 Rodolfo Ruppel está na corda bamba. Seu casamento com Carla está indo de mal a pior. E é justamente nesse período no qual, o oficial da Marinha Brasileira é enviado a capital britânica para uma missão ultra secreta que envolve o ambicioso Projeto Pré-Sal 2025, com o objetivo de recuperar informações roubadas. O projeto poderá tornar o Brasil uma das seis maiores potencias petroleiras do mundo. Uma rede de alianças e traições está iniciada. Claro, com tanto dinheiro e poder envolvido, confiar totalmente em alguém pode ser um tiro no pé. 

"A Marinha brasileira desenvolveu um projeto denominado Pré-Sal 2025, uma nova geração de submarinos que comporá a sua frota. As especificações desses submarinos diesel-elétricos serão bem diferentes dos atuais submarinos convencionais e em uso ao redor do mundo. [...] No entanto o Pré-Sal 2025 trabalha com novas tecnologias na área de motores elétricos e armazenamento de energia que vão possibilitar maiores velocidades de transito, bem como maiores velocidades táticas e mais energia para os sistemas de gerenciamento de combate."
Página 33

 Essa viagem também pode ser sua chance de um novo começo com sua mulher, ou desandar de vez. Lá ele conhece uma misteriosa e sedutora "sócia" nessa missão, a Victoria, uma engenheira naval.

 Curiosamente a vida pessoal de Ruppel é um ponto que me prendeu bastante ao enredo, já que há diversos conflitos pessoais dele com ele mesmo e com sua esposa, o que deixou interessante uma parte da trama. 

 O livro é bem simples porém com bastante conteúdo a ser explorado. A autora conseguiu impor todo seu conhecimento da área acerca do enredo (afinal ela é assessora jurídica da Marinha). Muitos termos técnicos e visão "interna" dos fatos despontam no livro.

 A proposta é boa, há muito mistério envolvido daqueles que não pode-se confiar em ninguém, porém falta folego em certos momentos, tornando o livro repleto de altos e baixos, o que me incomodou bastante. Não é uma obra ruim, mas me senti perdido em muitos momentos da obra, seja pelas indas e vindas ou pelo enredo em si.

  Como disse, o livro tem sim suas qualidades mas não ME empolgou o tanto quanto eu esperava, pela ideia desenvolvida para a obra quando conheci sua sinopse. De todo caso, fica a indicação para leitura.



Parceria: Grupo Editorial Record

Um comentário:

  1. A sinopse do livro é ótima e promete bastante, e o mau é justamente esse, porque muitas obras só ficam na promessa, como parece ter sido o caso dessa pra você. Se eu tivesse que escolher ler ou não só pela sinopse, acharia sim uma ótima pedida.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...