19 de março de 2015

Resenha: Insurgente

Título Original: Insurgent
Série: Divergente
Editora: Rocco (Jovens Leitores)
Autor: Veronica Roth
ISBN: 978-85-7980-155-6
Ano: 2013 
Páginas: 512
Avaliação: ★★★★
Sinopse: Uma escolha poderá destruir tudo! Mais uma inebriante e emocionante história, repleta de reviravoltas, corações partidos, romance e poderosas revelações sobre a natureza humana. Na Chicago futurista criada por Veronica Roth em Divergente, as facções estão desmoronando. E Beatrice Prior tem que arcar com as consequências de suas escolhas. Em Insurgente, segundo volume da bem-sucedida série de distopia que conquistou os fãs de Jogos Vorazes e alcançou o primeiro lugar na disputada lista dos mais vendidos do The New York Times, a jovem Tris tenta salvar aqueles que ama e a própria vida enquanto lida com questões como mágoa e perdão, identidade e lealdade, política e amor.
:::::: RESENHA LIVRE DE SPOILERS ::::: 

 Diferentemente de como costumo escrever resenhas, não farei nenhum tipo de referencia/resumo ao contexto para evitar spoilers do primeiro livro. Deixarei em evidencia apenas minha opinião quanto a trama.

Insurgente. Substantivo. Uma pessoa que age em oposição à autoridade estabelecida, mas que não é necessariamente considerada agressiva.”
Página 269 (eBook)

 A guerra está travada! Insurgente começa exatamente no ponto em que Divergente parou, como se fosse um capítulo subsequente do primeiro livro (que de fato não deixa de ser), o que me agradou. Nenhuma facção (ou até mesmo os sem-facção) está segura. 

 Tris já não é mais aquela menina perdida e "indefesa" do primeiro livro. Agora ela já tem a personalidade da Audácia mais apurada em si. Em outras palavras, Beatrice Prior amadureceu (forçadamente, diga-se de passagem).

 Tobias Eaton (ou Quatro, como queiram) agora, mais do que nunca, precisa desafiar seus medos (principalmente aqueles quatro medos presentes em sua Paisagem do Medo, quando ele decidiu ir para a audácia).

 Ainda que, na minha opinião tenha sido mais envolvente e pesado que o primeiro, o livro ainda possui muitos altos e baixos (até mais que Divergente), com momentos totalmente desprezíveis para a estória, que desfavoreceram em alguns instantes a leitura.  Em contrapartida, um ponto positivo do segundo livro foi que, coisas que haviam me deixado confuso no primeiro livro foram enfim melhor explicadas (como o final, por exemplo). Em outras palavras: as pontas soltas foram presas.

 Insurgente é surpreendente até certo ponto. Muitas pessoas que conheço não gostaram tanto do segundo livro, o que me fez ter um certo receio em lê-lo. Ainda que ficasse aquela sensação em algumas partes de "podia ser melhor", como um todo Insurgente consegue cumprir sua missão. A proposta é bem construída e a autora consegue manter o seu foco inicial, sem se perder nas ideias.

Dá para ver a água entrar, amarronzada, desaparecer dentro da máquina e sair limpa. Nós dois assistimos o processo de purificação, e eu me pergunto se ele está pensando a mesma coisa que eu. Como seria bom se a vida funcionasse assim, livrando-nos da nossa sujeira e nos devolvendo, limpos, para o mundo. Mas certas sujeiras parecem destinadas a durar.”
Página 32 (eBook)

 Há muitos mistérios a serem desvendados, bem maiores do que podemos imaginar. A ansiedade pelo terceiro livro agora é maior do que foi para mim ler os dois primeiros livros da trama (ainda que já tenha recebido alguns spoilers internet afora). Numa avaliação de 0 à 10, Insurgente recebe 8 e minha indicação. 

Trilogia Divergente:

5 comentários:

  1. Oie amore.... tudo bene? Espero que sim....
    Adorei a resenha e espero de coração que você faça muito mais resenhas assim
    Bom esse não é meu tipo de livro... tanto que não me prestei nem pra assistir o filme mas gostei bastante da tua opinião Bjos enormes

    www.cantodadomino.blogpost.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. MUITO obrigado! :) É bacana, apesar de não ser isso tuuudo. Vale a pena conferir.

      Excluir
  2. Oi Carlos!
    Muito boa sua resenhas, e realmente sem spoilers,acho que sem spoilers demais kkkkkkkkkk mas sim, eu ainda não li Insurgente, o livro é minha atual leitura e eu adorei Divergente, fiquei completamente envolvido com a história, ainda não passei do primeiro capitulo de Insurgente por isso não posso comentar melhor, mas espero gostar tanto quanto gostei do primeiro!

    Xo
    Alisson
    Re.View

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Preferi não colocar nada que envolvesse a história para que a resenha ficasse acessivel para quem quisesse ler. Achei os dois livros equivalentes.

      Excluir
  3. A minha expectativa para ler Divergente e os demais livros só aumenta a cada resenha que leio! Parabéns pela sua, adorei :)
    Quero comprar e conhecer esses personagens logo! rs
    Abraço

    Minha Secreta Poesia

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...