30 de janeiro de 2015

Resenha: Maze Runner - Correr ou Morrer

Título Original: The Maze Runner
Série: Maze Runner, Volume 1
Editora: V&R (Vergara & Riba)
Autor: James Dashner
ISBN: 978-85-7683-247-8
Ano da Edição: 2010
Número de páginas: 426
Avaliação: ★★★★★
Sinopse: Ao acordar dentro de um escuro elevador em movimento, a única coisa que Thomas consegue lembrar é de seu nome. Sua memória está completamente apagada. Mas ele não está sozinho. Quando a caixa metálica chega a seu destino e as portas se abrem, Thomas se vê rodeado por garotos que o acolhem e o apresentam à Clareira, um espaço aberto cercado por muros gigantescos. Assim como Thomas, nenhum deles sabe como foi parar ali, nem por quê. Sabem apenas que todas as manhãs as portas de pedra do Labirinto que os cerca se abrem, e, à noite, se fecham. E que a cada trinta dias um novo garoto é entregue pelo elevador. Porém, um fato altera de forma radical a rotina do lugar - chega uma garota, a primeira enviada à Clareira. E mais surpreendente ainda é a mensagem que ela traz consigo. Thomas será mais importante do que imagina, mas para isso terá de descobrir os sombrios segredos guardados em sua mente e correr, correr muito. 

 Ele acordou no breu de um elevador em movimento. Em sua memória, apenas o seu nome: Thomas. O elevador o levaria para a Clareira, um lugar sombrio e repleto de outros adolescentes que foram enviados para lá da mesma maneira que ele estava sendo, todos eles sem lembranças e/ou identidade. A cada mês, um novo membro era enviado para a clareira, 

 Em meio aquela tormenta, a revelação de um labirinto que poderia levá-los a sair daquela "jaula". Mas obviamente que nada seria tão fácil: Apenas os corredores tinham autorização para explorar o labirinto. Lá, mais mistérios: siglas estranhas de uma tal CRUEL, movimentações nas estruturas do lugar e o pior medo de todos: Os verdugos, seres capazes de transmitir dor, sofrimento e alucinações, através de sua ferroada. Fenômenos estranhos aconteciam com os que eram picados pelo "bicho", algo que foi denominado pelos clareanos de Transformação. 

 Através dessa transformação, os infectados podiam ver flashs (reais ou não?) do período pré-clareira. É devido a isso que Gally, um dos clareanos, não confia nada em Thomas (desde sua chegada e acontecimentos que vieram após o garoto "pousar" ali), tornando-se seu "inimigo" intimo. 
“Não temos tempo para explicar - falou, a voz tão tensa quanto o rosto. - Apenas sigam-me e corram como se a sua vida dependesse disso. Porque depende.”
Página 411
 A aventura é alucinante. Confesso que havia um receio de minha parte para com o livro, pensando ser um "plong" qualquer (entendedores entenderão) e até por isso custei a lê-lo, mas logo o preconceito foi desfeito nas primeiras páginas. Dashner conseguiu criar uma "nova sociedade" com jovens que eram feitos de fantoche por alguma entidade maior, obrigando-os a trabalhar, pensar, conviver e agir em conjunto. O objetivo era claro mas obscuro: não tratava-se de apenas achar uma saída de uma jaula através de um labirinto. Algo maior era planejado e estava sendo executado em cima de todos eles, algo que só com o fluir das páginas é visível. 

 Thomas não é mais do mesmo, possui personalidade forte e um espirito de liderança que deverá ser explorado nas obras seguintes ao volume 1 de Maze Runner mas que já é evidente nesse livro. Suas decisões foram de extrema importância para a resolução da obra, não desprezando, claro, os outros personagens ali criados, desde o gorducho Chuck ao líder do grupo Alby, passando por personagens não menos importantes como Newt, BenMinho e uma nova integrante, Teresa - esta, a única garota do grupo, traria consigo grandes segredos que mudariam tudo ali na Clareira. "Ela é a última". "Tudo vai mudar". Olho nela!


 Obviamente, Maze Runner conseguiria prender minha atenção. Seu enredo é eletrizante e sua estória promete muito nos volumes seguintes. Em momento algum o livro cai em monotonia ou perde o foco, logo, não fica chato em nenhum momento. O seu desfecho criou uma ânsia louca de ler logo a continuação e saber onde vai parar aquilo tudo. Obra mais que indicada a todos que curtem um misto de aventura, ficção e mistério.

Série Maze Runner:
  1. Correr ou Morrer
  2. Prova de Fogo
  3. A Cura Mortal
     0.5. Ordem de Extermínio

7 comentários:

  1. Meu único receio com esse livro é também o que você tinha. Mas, apesar de não ter tido o prazer de ler Maze Runner, ainda, o plot é bem original, o que me faz ter esperança, sabe ~~

    ResponderExcluir
  2. Não sou uma entendedora, o que é plong? (o oráculo google só me encontrou uma cidade na Tailândia com esse nome)

    Eu não estava dando muito bola para esse livro achando que seria muito viajado (Lost me veio à mente na hora), mas agora fiquei com vontade de ler e descobrir que motivo é esse por trás da clareira e do labirinto.

    The Fat Unicorn

    ResponderExcluir
  3. Adorei a resenha! Tenho muita vontade de ler Maze Runner e agora tenho certeza de que vou realmente gostar dos livros :)
    Beijos

    minhasecretapoesia.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Amei a resenha, vontade de ler esse livro não me falta, e agora tenho ainda mais.

    bjsss

    http://pinguimtagarela.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Não tenho muita vontade de ler esse livro não, mas sua resenha está ótima realmente vc conseguiu transmitir o que o livro passa na postagem!
    Beijokas normes

    http://cantodadomino.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Carlos, conheço esse livro há bastante tempo, e desde então me senti instigada a lê-lo (sim, por conta da temática). Mas confesso pra ti que depois do filme perdi um pouco dessa vontade... não sei explicar, mas algo não fluiu bem. Eu pretendo sim ver a continuação da saga nos cinemas, mas quanto a leitura ainda não sei se a farei. O que ainda me motiva é ver tanta gente falando bem... quem sabeum dia?

    Abraços,
    http://universoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. gostei da resenha, deu vontade de ler ;)


    http://rodapedelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...