3 de dezembro de 2014

Top 5/Tag: Livros Superestimados


 Fala pessoal! Fazia tempos que não respondia tags aqui no blog, mas a Eva Maia do Falando de Livro me indicou para responder a polemica tag Livros Superestimados, que consiste em listar cinco livros "daqueles que te venderam como um tubarão e acabou se revelando um bacalhau qualquer", como a própria citou. Aproveitando isso, linquei a tag ao TOP FIVE do blog e até por isso não irei indicar ninguém para fazer a tag.

 Foi MUITO difícil escolher só cinco que se enquadram nessa lista, pois já vivi várias experiencias do tipo. Por isso, irei citar ao final os outros que não ficaram no "top 5". Então, eis os meus escolhidos e as justificativas:

5. Morte Súbita, J.K. Rowling
Para começar, um dos livros fora do universo Harry Potter que Tia Jô escreveu. Não, antes que me questionem, o livro não é ruim, até porque não é disso que se trata o top/tag. Mas pelo fato de ter como rotulo a autora que é, muitos enalteceram demais a obra que não é tão grandiosa assim. Os personagens bem trabalhados, um enredo interessante mas nada mais que isso. Por isso, a quinta colocação vai para ele.




4. Homem-Máquina, Max Barry
Com grande estardalhaço quando foi lançado, Homem-Máquina rapidamente entrou na minha meta de leitura, sendo um dos poucos livros que fiz questão de comprar no lançamento. Resultado: Arrependimento total! A proposta do livro é excelente, o inicio é super bacana, mas a história se perde de tal forma que eu não consegui mais me situar no livro, quase desistindo da leitura por vários momentos. 




3. Diários do Vampiro: O Despertar, L.J. Smith
Confesso que assisto a série de TV que se inspirou no livro (The Vampire Diaries) e acho infinitamente superior aos livros (e olha que não sou fã da série, apenas assisto). A história dos livros, assim como na obra anterior, começa bem e depois fica um "bolo doido" que me fez parar no meio do segundo volume. O Despertar também se enquadra no quesito "livro que não é ruim mas não merece tanto aue".




2. O Circo da Noite, Erin Morgenstern
Outro livro que não posso considerar ruim e que, apesar de uma proposta boa e um inicio interessante, se tornou chato e cansativo. Mesmo com taaaaantas resenhas e comentários super positivos pela obra, não consegui identificar tantos aspectos positivos assim. Até os personagens que de inicio apresentam-se super bem trabalhados despencam de um precipício de monotonia. Dá para ler, maas...





1. Cidades de Papel, John Green
Em primeiríssimo lugar, aquele que considero uma das leituras mais chatas que tive em toda minha vida literária. Sob a "capa" da assinatura de John Green (que alias tem vários livros que poderiam estar nessa lista), Cidades de Papel se tornou um dos liros mais superestimados que já vi nos ultimos dois anos. A história é louca, os personagens chatos, um enredo surreal... Enfim, sei que irei contrariar muita gente, mas no meu ponto de vista é mais que justo a primeira posição dessa lista. 




Menções Honrosas (ou quase isso):
Fallen (Lauren Kate), Eragon (Christopher Paolini), O Teorema Katherine (John Green), A Culpa é Das Estrelas (John Green), A Batalha do Apocalipse (Eduardo Spohr).

E vocês, concordam com a lista? Comentem! 

18 comentários:

  1. Oi Carlos, é óbvio que eu não poderia deixar de conferir sua lista. Então, desses que você citou eu só li o primeiro e o último. Com relação a Morte Súbita, eu tive uma experiência contrária a sua, pois eu estava ouvindo muita gente dizer que não tinha gostado e tal, mas quando li eu achei até legal, não é excelente, mas como eu não estava ouvindo coisas boas a seu respeito, acabou que não tive decepções. Agora Cidade de Papel eu concordo com você em gênero, número e grau, eu ainda não entendo o que as pessoas veem nesse livro. Mas de ACEDE eu gostei, vi que você o mencionou e gostei de A batalha do Apocalipse também, eu nunca tinha ouvido falar dele antes de ler, comprei no "escuro" e acabei achando bem legal.Obrigada por ter respondido, abraços.

    blogfalandodelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Batalha do Apocalipse foi desmotivador, mas pretendo reler. ACEDE é mais ou menos, mas Cidades de Papel é triste! Muito chato. Por nada, quiser marcar em outra, sinta-se a vontade.

      Excluir
  2. Aee, estamos com o mesmo livro em primeiro lugar. Cidades de papel é o livro mais chato que li nos últimos tempos...

    http://mundo-restrito.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Poxa, eu achei simplesmente genial Morte Súbita. O que eu colocaria nesta lista seria O Chamado do Cuco, que eu gostei mas não foi aqueeeela maravilha toda nunca vista antes, é apenas muito bom.
    Ainda não li, mas já vi comentários de gente que também achou que A Culpa é das Estrelas não é tudo isso. Pretendo ler em breve, mas não vou mentir: as expectativas são altas.

    Beijooo, Livro Lab

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já eu acho o contrário. Amei O Chamado do Cuco, apesar de querer ter lido sem saber que ela quem tinha escrito. A Culpa é das Estrelas não tem nada demais, sério! Mas ainda assim é o melhor do autor. Leia.

      Excluir
  4. Eu super concordo com você. Quando li o título do post pensei logo no livro da J.K.Rowling que, para mim, foi uma das maiores decepções que eu já tive em termos de livro. Sinceramente eu superestimei este livro por ser da escritora do Harry Potter, apesar de não curtir a coleção e não ter lido nenhum livro sequer dele, por achar um pouco fora do meu estilo de leitura. Mesmo assim, por ser bastante conhecida, decidi ler assim que lançou. Nunca me senti tão injustiçada pelas horas perdidas. kkkkk

    Conheço também o último da lista, e acho que aquele "Quem é você, Alaska" também deveria estar nesta listinha, talvez no nível -5, porque realmente eu superestimei este também, e o fato é que eu esperava bem mais dele do que na realidade me foi oferecido. Comparo um pouco a linguagem dele com a do "Morte Súbita", já que titio John não tem escrúpulos quando se trata de assuntos de tabu da sociedade, e acho que isso vulgarizou um pouco a escrita, e me faz achar que tenho capacidade para ler coisas melhores. kkkkk

    Bom, amei o post. Desculpe o outro post que eu escrevi no comentário kkk mas não resisti.
    Bjs, dá uma passadinha lá no meu blog? :D
    > Sentido Literário <

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pô, sério? Não achei Morte Súbita tão ruim assim, mas também não é nada demais. Quem é você, Alasca está entre os livros que vou ler, só me falta coragem pra começar. Opa, tranquilo. Amei a postagem como comentário kkkk ;)

      Excluir
  5. Olá! Concordo com você em muitos aspectos! hahahah
    Nunca li Morte Súbita pq muitos falaram mesmo que não era lá aquelas coisas, tia Jo é a rainha do mundo bruxo não dos casos policiais kkkkkk
    Diários do Vampiro eu li apenas os dois primeiros e realmente não é nada demais, já assisti alguns poucos episódios da série e até q gostei tbm.
    E John Green nem vou falar nada, eu não sou nem um pouco fã dele, não gosto dos livros dele, nem do tema nem nada, acho totalmente subestimados.
    Beijo!
    http://booksmanybooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, até porque a rainha dos policiais é Agatha. John Green eu acho que é o sinonimo do titulo dessa postagem. Li três dele e não vi nada demais em nenhum. Complicado.

      Excluir
  6. Olá
    Não li nenhum dos top 5 mas li Eragon e Fallen e concordo com o que disse, são livros que nos chegam com uma carga de marketing boca-a-boca gigante mas não desenvolvem tanto assim quando lidos. Tenho Morte Súbita na minha estante mas ainda não tive oportunidade de ler.
    Abraço.

    http://chacomresenha.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eragon até que é legal, mas não pra tanto. Fallen é um saco que só. Morte Súbita varia de pessoa para pessoa. Então, leia! :)

      Excluir
  7. Da sua lista eu só li O Desertar (e concordo: livro fraco, fraco) e os outros eu não tenho muita vontade de ler pelo estardalhaço e resenhas q deletaram decepção. Só não conheço o primeiro.
    Acho que vou fazer uma lista dessa tb ¬¬
    PS: se tu assiste TVD e não curte muito recomendo q veja The Originals.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faça meeesmo, quero ver seus escolhidos! huahauahua
      Já me falaram isso, mas acho TVD tãaao morto que se The Originals for metade do que ele é, eu não aguento e desisto dos dois.

      Excluir
  8. EEEEEI Homem-Máquina é genial! Tá que a história tem furos, já li dois de Max Berry e ele realmente se perde na história, começa de um jeito e termina bem "oi?!" mas adoro a escrita do autor, os temas abordados e sci-fi de primeira se fechar os olhos p algumas coisas.

    John Green tenho preguiça de ler pq né... Anos que é pra pegar A Culpa é das Estrelas mas sei la. JK Rowling nem falo pq n gosto, mas esse Circo da Noite desde quando vi só me deparo com resenhas negativas, porém quero conferir melhor isso.

    Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, eu to pensando muito em reler, desde que escrevi esse post. John Green despensa. J.K. sou fã, mesmo não tendo gostado desse livro. O Circo da Noite é ame-o ou deixe-o. Só você conferindo mesmo.

      Excluir
  9. John Green, o que dizer dele...
    Li a culpa é das estrelas, achei bem mais ou menos o que me decepcionou porque houve um ''aue'' em torno desse livro. Teorema Katherine consegue ser ainda pior que Cidades de Papel então imagina. Na minha opinião quem é você,Alasca? é o melhor, e mesmo assim para mim não é um livro bom. John Greeen é muito super estimado na minha opinião, mesmo tendo um bando de apaixonados por ele

    ResponderExcluir
  10. John Green, o que dizer dele...
    Li a culpa é das estrelas, achei bem mais ou menos o que me decepcionou porque houve um ''aue'' em torno desse livro. Teorema Katherine consegue ser ainda pior que Cidades de Papel então imagina. Na minha opinião quem é você,Alasca? é o melhor, e mesmo assim para mim não é um livro bom. John Greeen é muito super estimado na minha opinião, mesmo tendo um bando de apaixonados por ele

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...