22 de maio de 2014

Resenha: A Guerra dos Tronos

Título Original: A Game of Thrones
Série: As Crônicas de Gelo e Fogo (A Song of The Ice and Fire)
Autor: George R. R. Martin
Ano: 2010
Editora: LeYa
Páginas: 592
ISBN: 978-85-6293-652-4
Avaliação: ★★★★★
Sinopse: No fictício continente Westeros, uma terra onde o verão pode durar décadas e o inverno toda uma vida, os problemas estão apenas começando. O frio está de volta e, nas florestas ao norte de Winterfell, forças sobrenaturais se espalham por trás da Muralha que protege a região. No centro do conflito estão os Stark, do reino de Winterfell, uma família tão áspera quanto às terras que lhe pertencem. Dos lugares onde o frio é brutal, até os distantes reinos de plenitude e sol, George R. R. Martin narra uma história de lordes e damas, soldados e mercenários, assassinos e bastardos, que se juntam em um tempo de presságios malignos. A Guerra dos Tronos possui elementos comuns aos romances épicos, com componentes fantásticos e uma narrativa única. Cada capítulo é contado do ponto de vista de um personagem – embora todos sejam narrados em terceira pessoa. Um fato apresentado pelo ponto de vista de um personagem, quando narrado por outro pode assumir significados diferentes; o vilão de um capítulo pode parecer bastante diferente em outro. Cabe ao leitor a tarefa de definir o caráter dos envolvidos na trama.

 O inverno está chegando! Em mais uma das "resenhas nível: desafiadora", venho falar sobre o fantástico A Guerra dos Tronos escrito por George R. R. Martin. Diferentemente do costumeiro, não irei fazer uma "iniciação" sobre o enredo da estória já que seria algo MUITO extenso e que exigiria bastante paciência de vocês leitores, indo assim direto aos 'por fins'.

 Eddard (Ned) Stark é o senhor e patriarca da casa Stark, uma das mais tradicionais do Sete Reinos de Westeros, um continente fictício criado por Martin para desenvolver sua trama e, diga-se de passagem, um ambiente incrível que lhe faz mergulhar por inteiro naquela imensidão. Quando mais novo, Ned casou-se com Catelyn da casa Tully, na qual obtiveram cinco filhos: Robb, Sansa, Arya, Bran e Rickon (por ordem de nascimento). Além desses, Ned também teve um filho "bastardo" chamado Jon Snow, garoto esse odiado por Catelyn (motivos óbvios). Durante um "passeio", são encontrados seis lobos no qual passariam a serem cuidados pelos filhos Stark (além de Jon), lobos que futuramente viriam a ser seus protetores.

 Depois da morte da Mão do Rei (auxiliar do rei, digamos), o rei Robert Baratheon decide ir a Winterfell e convocar seu amigo de infância Ned para assumir o cargo, ainda que ele (Ned) esteja relutante à ideia. No passado, Robert iria casar-se com Lyanna Stark (irmã de Eddard), porém ela foi sequestrada pelo Príncipe Rhaegar (da casa Targaryen) e morta, um fato que casou a Guerra do Usurpador, derrubando os Targaryen da dinastia. Hoje é casado com Cersei Lannister com a qual teve três filhos: Myrcella, Tommen e Joffrey (guardem esse nome), que viria a ser o noivo da sua prometida, Sansa.

 Por falar em Sansa, a filhas Stark são devidamente opostas: Enquanto Sansa é uma verdadeira dama e seus não-me-toques, Arya é uma jovem guerreira que tem no seu sangue o instinto lutador de sua família. As rixas entre as duas são eminentes e permanentes durante a estória.

 Por falar nos Targaryen, depois de "exterminados" os sobreviventes filhos do Rei Louco Viserys e Daenerys passaram a infancia na busca de mercadantes afim de reerguer a casa Targaryen. Sem muito sucesso, Viserys "deu" sua irmã Daenerys para o temível e poderoso Drogo em troca de um exército para reconquistar os Sete Reinos. Dany teve que se habituar e conviver com os "macabros" dothraki.

 Quanto aos  personagens já aqui citados: Robb tem um amadurecimento significativo durante o desenrolar dos fatos, tornando-se um dos personagens admiráveis do livro. Arya e Sansa são opostas em quase todos os sentidos. Enquanto uma vive suspirando Joffrey, a outra dedica-se a treinar espadas e não faz muito o estilo "mocinha doce". Assim como a personalidade divergente de ambas, o afeto criado por elas segue o mesmo rumo. Sansa entrou pra lista (grande lista) dos personagens desagradáveis do livro. Par perfeito (ou nem tanto) para Joffrey, um mimado que, devido alguns fatos, "põe suas asas de fora" e mostra o quão terrível pode ser o poder a uma pessoa despreparada. Aliás, não é difícil encontrar personagens que possa se criar antipatia em Westeros.

 Jon Snow inevitavelmente se torna um dos meus personagens favoritos da trama, pelo seu estilo determinado e guerreio de ser. Ned e Catelyn também ganharam minha afeição. Um casal não tão clichê e não tão atípico, ainda para a época. Se completam definitivamente! Já o jovem Bran sofreu um pequeno "acidente" enquanto escalava os muros de Winterfell e por isso ficou paraplégico. 

  O livro apresenta um enredo que flui tão rápido que o "susto" que muitas pessoas sentem ao ver o tamanho da obra passa despercebido. Como um livro introdutório, George Martin conseguiu transpor exatamente o que pretendia sem muitas delongas ou demasiados flashbacks. Pontos soltos são evidentes que foram deixados propositalmente e serão preenchidos com o desenrolar da série (fato comprovado por quem acompanha a série televisiva). Queria MUITO falar sobre alguns fatos importantes que acontecem no livro mas seria total desrespeito com quem ainda não leu a obra, então deixarei passar dessa vez. 

 Um título que eu consideraria uma leitura obrigatória para quem gosta de boas histórias que merece nota máxima e um "coração" de  favorito. 


AS CRÔNICAS DE GELO E FOGO: 
  1. A Game of Thrones (A Guerra dos Tronos)
  2. A Clash of Kings (A Fúria dos Reis)
  3. A Storm of Swords (A Tormenta de Espadas)
  4. A Feast for Crows (O Festim dos Corvos)
  5. A Dance with Dragons (A Dança dos Dragões)
  6. The Winds of Winter 
  7. A Dream of Spring 


14 comentários:

  1. Oi Carlos, As crônicas de Gelo e Fogo é maravilhosooooo =O, George R.R. Martin criou um clássico da literatura fantástica, desses de marcar nossa vida como leitor, o universo inventado por ele é simplesmente perfeito, seus personagens são extremamente complexos e seu texto é incorrigível!! Sem sombra de dúvida, ele é um gênio contemporâneo. =)

    blogfalandodelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gênio mesmo. Um universo tão intenso, "real" e que só os mocinhos se dão bem. Demais.

      Excluir
  2. Eis aqui uma grande fã do George RR Martin! Por favor, o cara é nada mais nada menos que um GÊNIO!! Lembro que quando eu estava lendo o primeiro livro e levava pra escola, todo mundo falava: você nunca vai ler isso tudo! E bom, aqui estou eu, esperando o lançamento do sexto porque já li todoooos hahahaha
    Você só vai se apaixonar cada vez mais, a cada livro, a cada morte, a cada intriga, só faz você amar mais e mais!
    Claro que sempre rola aquele ódio quando ele mata algum personagem legal (e olha que tem váriasss mortes) massss, Valar Morghulis hahahaha
    Amei seu blog e amei a resenha, vou voltar sempre com certeza!
    Beijão da Gab,
    Thousand Lives to Live ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A leitura flui tão rápido que a gente nem percebe. Sensacional! :) Valar Morghulis

      Excluir
  3. Tenho muita vontade de ler esse livro e ver a série, quero ver se faço os dois nas férias!
    Beijos
    http://www.gemeasescritoras.com/

    ResponderExcluir
  4. Adoro ASOIAF, sou muito fã! Já li todos já publicados, só estou esperando agora The Winds of Winter! Fica cada vez melhor.

    Beijos,
    http://misssorrisos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Todo mundo fala sobre a saga e eu, sei lá porque, nunca me sinto atraída por ela. Quando leio as resenhas fico um pouco perdida com os personagens... São tantos e com nomes parecidos e eu sou devagar rs Mas com certeza o universo desse livro deve ser mesmo incrível. Todo mundo sempre fala bem dele e do seriado... Não sei se dá pra comparar, se é fiel e tal...

    O blog está lindo, adorei! Parabéns!

    Thati;
    http://nemteconto.org

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quanto a comparação livro-série, é muito fiel, mesmo! A saga tem bastante personagens mesmo e um cenário bem amplo, quando você se habitua, não se perde tão facil assim. Arrisca, vale a pena!

      Excluir
  6. Carlos, eu vou a ovelha negra da face da terra, porque acredito ser uma das únicas pessoas que não têm o interesse em ler essa saga. A série também não me instiga a assistir. Não duvido da qualidade da trama e sei que George Martin é um autor de respeito e que merece admiração pelo fato de ter criado um universo tão grandioso. O problema é meu mesmo, com o gênero, já que fantasia não é o meu forte. Enfim, adorei a resenha. Sua empolgação é contagiante.

    Um abraço!
    http://universoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Muito bom o review, achei bem complexo e interessante mas não é "meu estilo" de leitura só admiro porém medo de n gostar/ n entender. Tentarei ver a série se gostar vou pros livros.

    Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é tão complexa quanto parece. São varios personagens, vários reinos e tudo, mas é tranquilo de se ler. Vale a pena.

      Excluir
  8. Olá, Carlos. Passei por aqui para ver se tinha alguma postagem nova... Estou no aguardo, rs.

    Thati;
    http://nemteconto.org

    ResponderExcluir
  9. Olá,
    Meu sonho de leitura este livro...mas ainda não encontrei tempo...snif, snif!!!
    Parabéns pela resenha!

    Abraços
    http://livrosrocknrolleoutrosvicios.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...