13 de abril de 2014

Resenha: A Droga da Obediência

Titulo: A Droga da Obediência
Série: Os Karas
Volume: 1
Autor: Pedro Bandeira
Editora: Moderna
Ano da Edição: 2003
Páginas: 188
ISBN: 8516035204
Avaliação: ★★★★ 
Sinopse: Uma turma de adolescentes enfrenta o mais diabólico dos crimes. Num clima de mistério e suspense, cinco estudantes - Os Karas - enfrentam uma macabra trama internacional - o sinistro Doutor Q.I. pretende subjugar a humanidade aos seus desígnios, aplicando na juventude uma perigosa droga. E essa droga já está sendo experimentada em alunos dos melhores colégios de São Paulo. Este é um trabalho para os Karas - o avesso dos coroas, o contrário dos caretas.



 São Paulo, Brasil. É nesse ambiente contemporâneo que se passa a primeira grande leitura da minha vida que, depois de muito tempo reli e decidi escrever sobre ele. 

 Escrita pelo fantástico Pedro Bandeira, a estória nos apresenta o grupo de adolescentes autodenominado Os Karas, composto por Miguel (o lider, se pode se dizer assim), Calú com sua grande habilidade como ator, Crânio que como o nome pressupõe é o cérebro da equipe, Magrí que é a única garota do grupo e não menos perspicaz que os outros e por fim Chumbinho, que depois de descobrir a organização secreta dos Karas, foi "obrigado" ser escolhido para integrar a equipe. 

 Acostumados a resolver pequenos mistérios secretamente no colégio Elite, Os Karas se vêem com algo ainda maior. Depois de uma onda de desaparecimentos de alunos nos colégios da cidade, ao que tudo indica, o Colégio Elite estaria também na rota do criminoso. Logo as deduções se tornam reais e Os Karas se veem "trabalhando em conjunto" com a policia para tentar resolver esse mistério.

 Mas, por que sequestrar crianças e nem ao menos pedir o resgate? Depois de algum tempo, eles descobrem algo que viria a ser o carro-chefe da investigação: Alguém infiltrava-se nos colégio e, depois de conquistar a confiança de um aluno, oferecia uma pílula como se fosse uma droga qualquer. Porém, essa droga tinha o efeito completamente surpreendente: Criada pelo Doutor Q.I., ela tinha o poder de fazer quem a ingerisse totalmente dependente e obediente a ele. 

 Como já citei, este foi um dos primeiros livros que li e, creio eu que foi ele que transformou-me num apaixonado pela literatura policial. Narrado em terceira pessoa e com um enredo eletrizante e cheio de mistérios, ainda que infanto-juvenil, Pedro Bandeira consegue transcrever em cada página uma trama envolvente e bem trabalhada. Quantos aos personagens, todos eles são super bem trabalhados e explorados pelo autor, não dando a esse ou aquele superioridade sobre os outros (ainda que tenha-se um lider do grupo e tudo mais). Todos eles são pessoas normais que, além de sua sagacidade, inteligencia coragem, apresentam seus erros e tropeços. E o final? Se para muitos livros "adultos" o final deixa a desejar, em A Droga da Obediência esse é mais um dos pontos altos do enredo. Fica evidente a proposta do autor: Tanto alertar aos jovens sobre os perigos das drogas quanto apontar-los como capazes de ajudar a mudar os problemas de uma sociedade. 

  Livro curto e envolvente, merece e deve ser lido por todos, independentemente da idade. 
"A obediência somente leva à repetição de velhos erros. Só o respeito pela liberdade de cada um pode garantir a sobrevivência da humanidade!"
Página 138

Série Os Karas:
  1. A Droga da Obediência 
  2. Pântano de Sangue
  3. Anjo da Morte
  4. A Droga do Amor
  5. Droga de Americana!

12 comentários:

  1. Carlos, acho que esse livro introduziu muita gente ao universo dos livros, né? Os Karas me acompanharam durante a adolescência e é com saudades que lembro dessa época. Depois deles vieram os vampiros de Anne Rice e André Vianco e o inesquecível Sherlock Holmes de Conan Doyle.
    Ótimo post!
    http://maquiadanalivraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa parte das pessoas que eu conheço leram Os Karas quando criança e hoje são amantes da literatura do gênero. Demais :)

      Excluir
  2. Incrível o review. Vi recentemente na livraria uma edição chamativa com a capa laranja (http://images.livrariasaraiva.com.br/imagem/imagem.dll?pro_id=4078864&L=310&qld=100&A=-1&PIM_Id=) e me chamou atenção pela sinopse, fiquei louco quando soube que era um clássico nacional.

    PS: isso de adolescentes unidos me lembrou um pouco "A Resistência" de Bruxos e Bruxas.

    Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É a (não tão) nova edição. Preferia as capas anteriores da série. Excelente livro, vale a pena.

      Excluir
  3. Oi Carlos, tudo bom? Fiquei interessada no livro, gosto muito de romances policiais e os brasileiros não deixam a desejar!! Até mais.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Um enredo completamente diferente do que costumo ver.
    Interessante !
    Beijos, fica com Deus.
    lendoeaprendendoblog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Eu amo essa série!!!
    Pântano de Sangue foi o primeiro livro que comprei na minha vida!
    Infelizmente não sei onde está, acho q emprestei para alguém que não me devolveu! :'(
    Mas é incrível todos os livros!!
    Bjoss

    http://fotografiaeleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Li esse livro na escola, a quase 10 anos atrás, muito bom, na epoca li duas vezes. A historia é muita boa e prende o leitor! Vale a pena ler a serie toda, que eu não li, mas quero muito!!
    capsuladecafe.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Li esse livro, e acabei gostando.....Super recomendo...❤❤❤

    ResponderExcluir
  9. Nossa!!!!!! Me identifiquei com o seu caso. Não lembro qual foi o primeiro livro que eu li, mas sei que esse COM TODA CERTEZA foi o que despertou em mim um amor por leitura policial! É um livro que lembro com carinho, juntamente com A Droga do Amor. Que saudade!!!

    ResponderExcluir
  10. sinto muito mas encontrei um pequeno erro em sua resenha; a droga da obediência foi criada pelo bioquímico Márius Caspérides

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...