22 de janeiro de 2014

Resenha: O Estranho Caso do Yoda de Origami

Título Original: The Strange Case of Origami Yoda
Autor: Tom Angleberger
Ano: 2010
Editora: Sextante
Páginas: 160
ISBN: 9788575426807
Avaliação: ★★★
Sinopse: DOUG É UM GAROTO MUITO, MUITO ESTRANHO. Ele sempre faz coisas esquisitas, como usar a mesma camiseta durante um mês, dançar feito maluco e se deitar no chão da biblioteca. Isso é constrangedor, principalmente para Tommy, que passa o recreio com ele todos os dias. Por outro lado, Doug faz uma coisa muito legal: origamis. Um belo dia, ele cria um dedoche de origami do Yoda, o sábio personagem da saga Guerra nas Estrelas. E aí tem início um grande mistério. O Yoda de Origami prevê o futuro e sempre sabe como lidar com uma situação difícil. Seus conselhos funcionam mesmo e logo a maioria dos alunos da escola está fazendo fila em busca de soluções para seus problemas. Tommy não entende como o Yoda de Origami pode ser tão sagaz se o Doug é tão sem noção. Será que o Yoda está usando a Força? Tommy precisa resolver esse mistério antes de aceitar seu conselho sobre uma garota. Este é o relatório que Tommy preparou ao investigar O estranho caso do Yoda de Origami.
  Muito provavelmente vocês já ouviram falar no grande mestre Jedi Yoda, da série cinematográfica Star Wars (ou Guerra Nas Estrelas). Pois foi nele que Angleberger se inspirou para a criação do livro O Estranho Caso do Yoda de Origami.

  Quando o aloprado Doug conseguiu através dos seus dons criar um Yoda de Origami, ele passou a afirmar que aquele tal dedoche tinha "vida própria". Bastava alguém perguntar algo a ele (Yoda) que ele (Yoda, sob posse do Doug no melhor estilo ventríloquo) responderia. Curiosamente, as dicas e opiniões de fato se concretizavam ou coincidia com determinados acontecimentos, como por exemplo, ele afirmou que haveria prova surpresa (e houve). Detalhe: Doug tirou nota baixa.

  Diante dessa loucura, Tommy decide coletar registros de todas os alunos que tiveram suas pacatas vidas mudadas pelos conselhos do Yoda de Origami. 

 Seria mesmo Doug tão louco o suficiente para levar todo o colégio no seu barco da imaginação? Verdadeiramente ou não, as coincidências assustam e impressionam a todos, o que em determinado momento te faz embarcar junto, mesmo que isso seja totalmente sem sentido. De fato, o livro é bem bobo como já previa. O que não quer dizer que não possa ser desfrutado. O primeiro motivo ao livro ter chamado minha atenção foi o foco dele que, como se pode imaginar, foi escrito por um fanático por Star Wars. De estória curta, o livro também chama atenção por suas características físicas: Ilustrações que facilita e chama atenção à leitura principalmente para os neoleitores, a capa é dura e no fim outra pequena maravilha: um mini-tutorial para você fazer seu próprio Yoda!

  Aos fãs de SW assim como eu, alto indicado, mesmo que não seja nenhuma trama grandiosa. Super indicado para a gurizada que está descobrindo o mundo literário também. Aprovado. 

8 comentários:

  1. Parece "fofo" e ideal pra crianças que estão começando agora. Se achar por aí certeza levo, gosto dessas coisas kkkkk.

    Abs

    ResponderExcluir
  2. Eu lembro desse livro! Uma amiga minha comprou e eu fiquei tentando fazer o origami durante a aula, depois que consegui tive que fazer umas 10 vezes para todos que pediram. Mas não cheguei a ler a história, parece interessante, talvez eu peça emprestado para ler e emprestar pra minha irmã, já que parece ser adequado para crianças!

    Abraços,
    http://fantasticosmundosdepapel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Essa é a primeira vez que eu vejo esse livro e achei super legal! Parabéns pela resenha. Creio que este seja ideal para quem vai começar a ler...

    Abraços.
    Natalia do Entre Livros e Livros.
    http://musicaselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Carlos, eu não leria essa trama porque não é uma opção de leitura para mim, mas vejo que é bastante indicado aos fãs... uma excelente pedida. Ótima resenha!

    Um abraço!
    http://universoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Ai meu deus, adorei! hahaha Tenho minhas fases de leituras fáceis e bobas e essa se encaixaria perfeitamente. Só eu vejo pelo resumo esse livro dando um filme leve e divertido?!
    Obrigada pelo seu comentário no meu blog. Gostei muito daqui e pretendo continuar visitando. Aguardo ansiosamente pelo post com a tag.

    beijos,
    http://leitoraemtransicao.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Achei o livro divertido, com uma premissa bacana e tal, mas nada que me deixe desisperada para ler. Caso chegue em minhas mãos eu leio, mas não sei se compraria.

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Eu sou bem fã de Star Wars, então acho que posso dizer que esse livro já entrou na minha lista. Me parece um livro gostoso, apesar de ser bobinho. Me despertou curiosidade.
    Beijos,
    Yasmin
    deitadosnagrama.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Apesar de ser um livro mais aconselhado para o público mais jovem, achei a história bem interessante, sempre gosto de ler livros assim, mais simples entre leituras mais densas, é uma ótima maneira de descansar a cabeça um pouco :P
    Adorei a resenha!
    Beijo!
    http://booksmanybooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...