29 de setembro de 2013

Resenha: O Bebê de Rosemary

Título Original: Rosemary's Baby
Autor: Ira Levin
Ano: 1967
Editora: Best Seller
Páginas: 232
ISBN: 8571233357
Avaliação: ★★★
Sinopse: Alugando um apartamento em antigo prédio de Nova Iorque, os recém-casados Rosemary e Guy Woodhouse organizam suas vidas com pequena ajuda dos vizinhos Minnie e Roman Castevet. Guy é ator e luta por um papel de destaque, enquanto Rosemary decora com ar mais alegre o apartamento onde anteriormente foi cometido um crime. Guy consegue um papel graças a um acidente com o ator titular e, logo depois, Rosemary tem um pesadelo no qual é possuída pelo demônio. Passado algum tempo, Rosemary descobre que está grávida e é tratada por Minnie e o médico desta, Dr. Sapirstein com vitaminas especiais. Fatos estranhos levam Rosemary a desconfiar que todas estas pessoas estão envolvidas com magia negra, começando a suspeitar que o marido, um ator que, literalmente, venderia a alma ao diabo para conquistar o sucesso, mantém ligações perigosas com vizinhos praticantes de bruxaria, que desejam possuir o filho dela que vai nascer.
 Um clássico da literatura no gênero de terror/suspense, O Bebê de Rosemary trás a história do casal Rosemary e Guy Woodhouse que se casaram e estão em busca de um novo lar. Guy é ator de teatro mas sonha chegar à Hollywood. Ela é uma jovem e feliz dona de casa. Eis que eles encontram em um edifício em Bramford a casa ideal para eles: grande, perto dos principais teatros e, principalmente, um quarto separado para seu futuro filho, que a propósito é o sonho de Rose. 

 Porém, logo após findar o contrato com o apartamento anterior para assinar com este, eles descobrem um passado tanto que obscuro da região e do edifício em si, que residiu de satanistas à canibais. Atualmente e aparentemente, esse passado fica como 'mitos populares'. Lá eles conhecem Minnie e Ronan Castevet, um casal de idosos esquisitos e "entrões" (no sentido incomodativo da palavra). 

 Cortando partes que acontecem nesse meio tempo e que posso considerar como spoilers, as coisas começam a dar certo para Rose e Guy: ele consegue o papel que tanto queria e enfim, Rosemary engravida. Fatos estranhos começam a rodear a sua gravidez e a única coisa que ela quer é impedir que seu tão amado e sonhado bebê morra antes mesmo de nascer. 

 Li o livro após comentarem comigo sobre o filme, o que despertou meu interesse. De fato, o livro é fantástico! Um prato cheio para quem gosta de suspense. Em vários momentos a narrativa dos acontecimentos parecem se alongar e sem propósito, porém, ao final você percebe que NADA descrito é em vão. Outro fator significativo é a paranoia que assola Rosemary do meio da sua gestação. Seria tudo aquilo loucura e invenção da sua mente (até pelo motivo já citado anteriormente, que ela estava disposta a tudo para proteger seu filho) ou de fato havia um complô contra ela? Indícios são deixados a todo momento, tanto para um lado, quanto para o outro. Ao final, mais uma surpresa (não tanto, mas ainda sim surpresa).

 Este é o primeiro livro de terror psicológico que leio (de respaldo, pelo menos) e acredito que comecei com uma excelente escolha. Para quem se interessar, o filme também é valido, até por ser uma incrível e fidelíssima adaptação. 

5 comentários:

  1. Carlos, tô chocada! Que livro interessante, gente... e eu nem o conhecia. É um livro que não chama muita a atenção pelo olhar, mas desde a premissa aos seus comentários é fácil demais se sentir interessado. Gosto de suspenses, e não lembro de ter lido algo assim sobre terror psicológico... taí uma ótima recomendação.

    Um abraço!
    http://universoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Vontade de ler!
    Espero que o livro seja tão bom quanto o filme (apesar de bastante parado, mas psicologicamente ativo).

    ResponderExcluir
  3. Gente! Eu não conhecia nem o filme, muito interessante mesmo o plot, o bom de suspense psicológico é que prende do começo ao fim e faz você sonhar com a história depois.

    Abs

    ResponderExcluir
  4. Já ouvi falar tanto desse livro e filme, mas não vi nem li...rsrs
    Mais um que me interessa, gosto desse tipo de história.

    ResponderExcluir
  5. Nem sabia que existia o livro do filme. Agora estou doido para lê-lo. Deve ser tão bom quanto o filme.

    http://livroscomfilmes.blogspot.com

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...