25 de agosto de 2013

Resenha: A Ascensão do Governador

Titulo: The Walking Dead - A Ascensão do Governador
Título Original: The Walking Dead: Rise of the Governor
Volume: 1
Autor: Robert Kirkman e Jay Bonansinga
Editora: Galera Record
Ano: 2011
Páginas: 364
ISBN: 9788501097156
Avaliação: ★★★★
Sinopse: No universo de The Walking Dead não existe vilão maior do que o Governador, o déspota que comanda a cidade de Woodbury. Eleito pela revista americana Wizard como "Vilão do ano", ele é o personagem mais controvertido em um mundo dominado por mortos-vivos. Neste romance os fãs irão descobrir como ele se tornou esse homem e qual a origem de suas atitudes extremas. Para isso, é preciso conhecer a história de Phillip Blake, sua filha Penny e seu irmão Brian que, com outros dois amigos, irão cruzar cidades desoladas pelo apocalipse zumbi em busca da salvação.



 Provavelmente, vocês (pelo menos) já ouviram falar da série televisiva da AMC, The Walking Dead. Quem acompanha a série (ou as HQs) conhece o tão detestado Governador de Woodbury, Philip Blake. E é nessa premissa que conhecemos toda o pretérito do vilão. 

 Já em meio ao apocalipse zumbi, Philip juntamente ao seu irmão mais velho Brian, sua filha Penny (de apenas 8 anos e que se vê obrigada a encarar a nova e dura realidade da vida) e os amigos Nick Parsons e Bobby Marsh tentam sobreviver a catastrófica situação em que se encontram. Mas, até que ponto eles estariam preparados para aquele momento (se é que estariam)? 

 Mesmo Philip sendo o irmão mais novo de Brian Blake, tinha maior capacidade em liderar um grupo, além de não ser um "medroso" igual ao seu irmão. Era um homem bem forte, corajoso, e não temia a ninguém.

 Percebendo que Waynesboro já não era mais tão segura assim, eles decidem partir em direção a Atlanta, onde a esperança de salvação está creditada a ela, como os noticiários ainda divulgavam. Depois de vários sufocos e mortes, eles já em Atlanta, conhecem um pequeno grupo de sobreviventes. É a partir daí que a tensão toma conta totalmente da trama. 
"Por aqui, não é dos mortos que você tem que ter medo... É dos vivos."
 Um dos pontos importantes destacados pelo autor é até onde o ser humano pode ir em situação extremas. Por um momento, cheguei a sentir pena de Philip, mesmo conhecendo e sabendo do que ele se tornou. Seria as circunstâncias que os transformaram (todos eles) nisso ou apenas suas personalidades reais afloraram? E assim a trama segue prendendo o leitor a cada página e capítulo, numa dinâmica rápida, direta e eletrizante.
"Nós vamos sobreviver a esse pesadelo e vamos fazer isso nos transformando em monstros piores que eles, está me entendendo? Agora não existe mais regras! Não existe filosofia, não existe misericórdia, não existe perdão. Agora somos só nós."
Philip Black, Capitulo 8
 Quando, chegamos ao final da estória e achamos que tudo está "resolvido" (não em relação ao apocalipse zumbi), esqueça tudo o que você já viu ou ouviu sobre o Governador: A maior e mais surpreendente revelação do livro acontece... E claro, não deixarei nenhuma pista disso. Confesso que por esse fato final, dei mais uma estrela para o livro. O livro não é grandioso nem fantástico como os seus Se você gosta e acompanha a série de TV e/ou as Histórias em Quadrinhos de The Walking Dead, sintam-se na obrigação de ler A Ascensão do Governador.

12 comentários:

  1. Oi,
    Eu já ouvi falar muito dessa série, tanto do seriado como dos livros. Acho o tema interessante e pretendo começar a assistir a série logo, e quem sabe depois eu não leio os livros.
    Beijos
    Yasmin
    deitadosnagrama.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Carlos, eu gostei bastante desse livro. Pelo menos ele promete o que cumpre: mostrar como se dá a ascensão do governador. No meu caso, o que me fez dar 4 de 5 estrelas foi o fato de ver muita coisa que eu já tinha visto no universo de The Walking Dead, coisa impossível de se desviar para quem lê os quadrinhos ou acompanha a série de TV. Não há como separar esses três formatos midiáticos, mesmo que diferentes, porque eles tratam da mesma história, com os mesmos personagens e direcionamentos semelhantes, que se cruzam. Ainda assim não consegui chegar ao êxito nessa leitura. Mas, confesso, foi mesmo muito bom me deliciar em TWD através do formato impresso, haha.

    Um abraço!
    http://universoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Este é muito bom, mas não faz meu tipo de leitura :)

    ResponderExcluir
  4. To com esse livro já faz quase um ano e ainda não li, tá osso.

    ResponderExcluir
  5. Gostei da tua resenha, esclareceu algumas dúvidas e me fez ter vontade de conferir a trama. Como nunca vi a série ficava "boiando" sobre quem era esse tal governador até ouvi um podcast sobre o livro mas nem me chamou tanto atenção. Já tem um segundo volume né?!

    ~~espero achar o ebook~~

    Abs

    ResponderExcluir
  6. Caramba, creio que eu seja uma das únicas pessoas que ainda não leu esse livro x.x Mas em breve essa situação mudará. Deve ser fantástico descobrir aos poucos como foi a vida do Governador. Não vejo a hora do retorno da série e também de poder ter esse livro em mãos. Enfim.. Parabéns pela resenha.

    Abraços.
    http://musicaselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oláaa, eu acompanho a série e agora, mais do que nunca, sinto-me na obrigação de ler o livro UHUAHUAHUAHU. Cara, realmente... Esse mundo de zumbis, de apocalipse e tudo o mais, é muito louco. Faz você viajar e divagar por horas, realmente gosto bastante. É bem filosófico, de certa forma!
    Aliás, muito obrigada pelo comentário lá no blog. Fiquei feliz em saber que de certa forma, o Recordando PAlavras influenciou você *OOO* Realmente fez eu ficar sorrindo à toa, ainda mais que o título do blog, o layout, é tudo muito legal aqui. Então, mais feliz impossível :D

    Obrigada mais uma vez!
    Até o/

    http://recordandopalavras.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não só o blog em si, mas vários livros que li vieram inspiração de lá =) Eu que agradeço!

      Excluir
  8. Ai que curiosidade agora. Preciso ler esse livro. Eu adoro essa serie. No fim das contas todo vilão tem um passado triste.

    http://blogprefacio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Sua resenha ficou ótima. Eu tenho esse livro e já li.
    Realmente é assim mesmo.
    Quero ler o outro também.
    Estou curtindo demais a série.

    M&N | Desbrava(dores) de Livros

    ResponderExcluir
  10. Não gostei do livro. Só me senti preso nas últimas páginas, infelizmente.
    O final vale a pena, mas a paciência...

    http://oclubedameianoite.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...