17 de abril de 2013

Resenha: O Guia do Mochileiro das Galáxias

Título Original: O Guia do Mochileiro das Galáxias (The Hitchhiker's Guide to the Galaxy)
Série: The Hitchhiker's Guide to the Galaxy
Editora: Sextante
Autor: Douglas Adams
ISBN: 978-85-99296-57-8
Ano Lançamento: 1978
Ano Edição: 2004
Número de páginas: 204
Avaliação: ★★★★ 
Sinopse: Arthur Dent tem sua casa e seu planeta (sim, a Terra) destruídos em um mesmo dia, e parte pela galáxia com seu amigo Ford, que acaba de revelar que na verdade nasceu em um pequeno planeta perto de Betelgeuse. Este é o primeiro título da famosa série escrita por Douglas Adams, que conta as aventuras espaciais do inglês Arthur Dent e de seu amigo Ford Prefect. A dupla escapa da destruição da Terra pegando carona numa nave alienígena, graças aos conhecimentos de Prefect, um E.T. que vivia disfarçado de ator desempregado enquanto fazia pesquisa de campo para a nova edição do Guia do Mochileiro das Galáxias, o melhor guia de viagens interplanetário. Mestre da sátira, Douglas Adams cria personagens inesquecíveis e situações mirabolantes para debochar da burocracia, dos políticos, da "alta cultura" e de diversas instituições atuais. Seu livro, que trata em última instância da busca do sentido da vida, não só diverte como também faz pensar.

 Arthur Dent se prepara para mais um "bela" quinta-feira na sua "bela" rotina. Mas é durante seu café da manhã que ele percebe que nada pode ser tão belo que não seja melhorado (tenham isso como uma ironia). No mesmo dia ele vê sua casa ser demolida e a Terra ser destruída. Para sua sorte, ele sobrevive graças ao seu amigo  Ford Prefect que pega carona na nave Vogon. Na verdade Ford Prefect não é terráqueo e nasceu num planeta perto de Betelgeuse. Para quem não sabe os Vogons são seres conhecidos por serem burocráticos, inteligentes, feios (de mais) e incapacidade extrema de escreve poesias (só não digam isso para eles) 
Aqui fala Prostetnic Vogon Jeltz, do Conselho de Planejamento do Hiperespaço Galáctico. Como todos vocês certamente já sabem, os planos para o desenvolvimento das regiões periféricas da Galáxia exigem a construção de uma via expressa hiperespacial que passa pelo seu sistema estelar e infelizmente o seu planeta é um dos que terão de ser demolidos. O processo levará pouco menos de dois minutos terrestres. Obrigado.
Página 43

  É, já no universo, que ele conhece O Guia do Mochileiro das Galáxias, o livro mais completo que há em todo universo e tudo mais e o melhor guia de viagens interplanetário. O livro era publicado sob a forma de um micro componente eletrônico submerso porque, se fosse impresso de forma convencional, um mochileiro interestelar iria precisar de diversos prédios desconfortavelmente grandes para acomodar sua biblioteca. Na sua capa trazia em letras grandes e destacadas a frase: NÃO ENTRE EM PÂNICO! (Don't Panic!)

 Não muito longe dali está Zaphod Beeblebrox, o presidente da galáxia que, num ataque de grandeza rouba a nave Coração de Ouro, que é movida por um Gerador de Improbabilidade Infinita. Junto com ele está Tricia McMillan, uma terráquea que Zaphod havia "sequestrado" de Arthur numa festa. Devido essa improbabilidade que a nave salva Arthur e Ford da morte, no último segundo que aparentemente os restavam.

 Essa é a segunda vez que leio por completo o primeiro volume de "O Guia do Mochileiro das Galáxias". Um livro fantástico e envolvente. Arthur Dent é o exemplo perfeito de uma pessoa que acordou com pé esquerdo (perdoem-me canhotos — eu). Tanto sua casa quanto a Terra foram destruídas com a mesma perspectiva: estavam onde não deviam e consequentemente, Arthur também. A ironia e o bom humor prevalece nas páginas do livro. A escrita altamente descritiva também favorecem a leitura e dificulta escrever a resenha.

Ótimo livro, principalmente para quem gosta de uma boa ficção cientifica regada de uma linguagem nerd. A aventura está só começando... Ah, não esqueça a sua toalha!

13 comentários:

  1. Eu sou doidinha pela escrita de Douglas Adams e por essa série. Bom humor pairam nessa série.
    Acho uma série muito inteligente, muito filosófica e completamente de me deixar de queixo caído. ahauahuaha

    Adorei a resenha!

    bjus
    terradecarol.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Não entre em pânico! kkk Eu quero muito ler essa série, e ainda não tinha lido nenhuma resenha de algum livro dela. Ficou muito legal, parabéns.
    Já me disseram que a história vai se desenrolando muito a medida do decorrer dos livros.

    Abraço,
    Maurício.
    http://www.sonhosresenhas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Ah, eu releio facilmente esse livro. <3 É tão bom! Eu amei cada pedacinho dele, mas é uma pena que eu ainda não tenha lido os outros livros da série. :(

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  4. Eu já ouvi falar muito dessa série, mas nunca li nada =( nem posso falar muito rsrsr só sei que adoro as capas e os marcadores da série =) ótima resenha \o/

    Bjinhos

    ResponderExcluir
  5. AIn, eu queria tanto D;

    Pergunta do dia: O que vai fazer de legal no final de semana? #curiosidade!
    Beijos anjo, até mais!
    @esteffanifontes, do blog Aos Dezesseis Anos
    aosdezesseisanos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi, vc releu? Nossa, eu nem li, ainda! hehehehe O título me fascina, mas nunca senti vontade de ler ...
    Beijinhos e um ótimo sábado!

    http://marlicarmenescritora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Este livro é improvavelmente perfeito, né? Eu amei! Faz física ser divertida! Rs
    Beijo,
    Vinícius - Livros e Rabiscos

    ResponderExcluir
  8. Oie tudo bem? Eu tenho essa série desde o meio do ano passado e ainda naãoo a li, mais está na meta desse ano ^^

    Estou seguindo seu blog,se der p/ retribuir eu iria adorar bjs
    sonholiterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Olá
    Apesar do enorme sucesso desta série, ainda não li nenhum livro. Mas me deu até vontade agora de começar a ler. Ótima resenha.

    Lucas / Era uma vez...
    livrosecontos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Um dos melhores livro do universo, incluindo o hiperespaço ;)
    http://triplamente.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi Carlos, eu adoro ficções científicas, e embora queira investir mais nesse gênero não tenho tanto interesse em ler esta saga, ela não me causa muita curiosidade, acho a trama dela um pouco "louca demais", mas acho que só lendo para saber se vou gostar ou não certo.
    Abraços.

    http://viciadoemlivrosefilmes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Cara, acredita que nuca li esse livro? (Se bem que eu tb nunca li HP. Então, acho que já posso ser considerada um ET, só acho ¬¬).
    Sim, sempre fui curiosa pra lê-lo, mas depois que li a resenha de uma menina no Skoob fiquei quase que totalmente desanimada. Mas a sua crítica me motivou. Vou tentar tirar por mim mesma a prova.
    Abraço.
    @moniqueQuimbely
    sete-viidas.blogspot.com

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...