26 de março de 2013

Resenha: O Teorema Katherine

Título Original: An Abundance of Katherines
Editora: Intrínseca
Autor: John Green
ISBN: 978-85-8057-316-9
Ano: 2013
Número de páginas: 304
Avaliação: ★★★

 Sinopse: Colin conhece Katherine. Katherine gosta de Colin. Colin e Katherine namoram. Katherine termina com Colin. É sempre assim. Após seu mais recente e traumático pé na bunda, o Colin que só namora Katherines resolve cair na estrada. Dirigindo o Rabecão de Satã, com seu caderninho de anotações no bolso e o melhor amigo no carona, o ex-garoto prodígio, viciado em anagramas e PhD em levar o fora, descobre sua verdadeira missão: elaborar e comprovar o Teorema Fundamental da Previsibilidade das Katherines, que tornará possível antever, com pura matemática, o desfecho de qualquer relacionamento. Uma descoberta que vai entrar para a história, elevando Colin Singleton diretamente ao distinto ponto de gênio da humanidade. E também, é claro, vai ajuda-lo a reconquistar sua garota. Ou, pelo menos, é isso o que ele espera.
Seria possível uma pessoa se relacionar mais que, digamos, três vezes com pessoas do mesmo nome? Pois Colin Singleton provou tanto era possível, que conseguiu a incrivel marca de 19 Katherines. Sim, sempre K-A-T-H-E-R-I-N-E-S, nomes escritos exatamente dessa forma.

Colin é um célebre menino prodígio de 17 anos de idade com um QI sempre acima da média, em busca de seu momento eureca que "revolucionaria" e marcaria seu nome na história. Ele é um viciado em anagramas e, como se pode perceber, é se tornou expert em ser um Terminado ("O teorema se baseia na validade do meu antigo argumento de que o mundo contém, precisamente dois tipos de pessoas: Terminantes e Terminados"). A par disso, ele estava a criar um Teorema Fundamental da Previsibilidade das Katherines que funcionaria com base em cálculos matemáticos, sendo capazes de definir quando e quem terminaria primeiro o relacionamento.
Prodígios conseguem aprender rapidamente o que outras pessoas inventaram; Gênios descobrem o que ninguém descobriu. Prodígios aprendem, gênios realizam.
Mesmo depois de 18 foras recebidos, nenhum o torturou tanto quanto o fim do namoro com Katherine XIX. Para salva-lo da melancolia dramática (desculpem a redundância), Hassan Harbish, seu amigo "gordinho e palhaço" decide rapta-lo da realidade para uma viagem de carro em direção ao Qualquer-lugar-onde-ele-possa-esfriar-a-mente dirigindo o Rabecão de Satã, com seu caderninho de anotações no bolso. Chegam em Gutshot, no Tennessee onde a trama se desenrola, conhecem Lindsey Lee Wells, OCC (O Outro Colin) e Hollis - mãe e namorado de Lindsey, respectivamente - e os outros amigos da "turma da roça".

Diferentemente do primeiro livro de John Green que li (A Culpa é das Estrelas), não conhecia nada sobre ele e muito menos havia lido nenhum tipo de resenha dO Teorema Katherine. Posso dizer que, ainda assim, O Teorema Katherine me decepcionou. Não houve, em momento algum, aquele ápice na história natural em qualquer livro, que prende totalmente a atenção do leitor. De fato, a história é fraca e de certo modo, vazia. Contudo, se eu consegui terminar de lê-lo, é porque há algo "diferente" nele, ok? Sim. John Green mais uma vez, mesmo nos momentos mais tensos, consegue transpor em algum personagem a irreverencia e a descontração. Até por isso, Hassan se tornou o meu personagem favorito do enredo. O caipirês e as famosas "girias internas" entre Hassan e Colin também são um atrativo para a escrita.
É possível amar muito alguém, ele pensou. Mas o tamanho do seu amor por uma pessoa nunca vai ser páreo para o tamanho da saudade que você vai sentir dela.
Mas claro, vai de gosto de cada um. Minha opinião pode e deverá ser contrária a de vocês. Portanto, se está a procura de uma leitura de passatempo, leve e bem humorada? O Teorema Katherine é um prato cheio. Mas, se você espera algo mais impactante, divertido ou emocionante, aconselho a procurar algum outro título para ler.

10 comentários:

  1. Oi, Carlos.
    Que pena que a leitura não agradou. Pela sua resenha, já vi que não vou gostar também. Não me interessei. Mas a resenha está ótima! Muito bem escrita.
    A Culpa é das Estrelas está na minha lista e na minha estante faz tempo.

    Beijos.

    http://navirj.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como eu disse, vai de gosto de cada um. Mas pelo que eu conheço do seu gosto literário vendo seu blog, creio que você também não iria gostar.

      Excluir
  2. Já pedi o meu, espero que eu tenha uma opinião diferente da sua kkkkkk
    Já estou seguindo seu blog, é lindo
    beijinhos

    http://geehzbookshelf.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá Carlos!
    Olha, eu to contando os dias pra comprar logo o meu!
    Estou doida para ler esse livro, assim como você eu só li " A culpa é das Estrelas" mas eu me apaixonei pela escrita do John, e estou tão ansiosa com esse livro! Que pena que você não gostou, espero não me decepcionar também!

    Beijos,
    lovesbooksandcupcakes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Ai quero este livro! Parece ser muito legal!
    Seguindo seu blog !

    Beijos,beijinhos e beijões! Tati ^^,

    ResponderExcluir
  5. Eu comprei A culpa é das estrelas e nem li ainda. E vc falando assim, até desanima rrsrsrs
    Ótima resenha, parabéns. A verdade tem que ser dita.

    Bjinhos
    http://omarcapaginas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Culpa das Estrelas é bem melhor que "OTK". Pode ler que você vai gostar.

      Excluir
  6. Muitas pessoas me disseram que esse livro é , de longe, o pior livro do John Green. Acho que depois dessa resenha, vou ler e tirar minha própria conclusão. ;)

    www.booksandmoviesandthings.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Juro que não conhecia esse livro, e também não li 'a culpa é das estrelas', mas achei interessante a estória, porém acho que não arriscaria, mas sua resenha está ótima!
    beijoos

    http://leitorapaixonada19.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Queria tanto ler esse livro, mas sua resenha me desanimou um pouquinho! haha Apesar disso, está muito bem escrita. Adorei seu blog, sucesso!

    http://tres-versos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...