10 de outubro de 2012

Resenha: O Despertar

Título/Título Original: O Despertar (The Awakening)
Série: Diários do Vampiro (The Vampire Diaries)
Editora: BestBolso
Autor: L.J. Smith
ISBN: 978-85-7799-330-7
Ano: 2012
Número de páginas: 190
Sinopse: Em Fell’s Church, uma cidade pacata em West Virginia, a garota mais popular da escola Robert E. Lee apaixona-se por um vampiro com quatrocentos anos. Com a ajuda das amigas, Meredith e Bonnie, Elena fará tudo para seduzir Stefan. E Stefan fará tudo para proteger Elena… dele mesmo. O adolescente de olhos verdes, rosto clássico escondem um passado sombrio e uma sede que não consegue controlar. Com ele, arrasta a memória de um amor perdido e um irmão que apenas deseja vingança. Em Florença, no Renascimento, Stefan e Damon Salvatore lutaram pelo amor da mesma mulher. Séculos mais tarde, voltarão a fazê-lo. Diários do Vampiro – O Despertar é a introdução a um triângulo amoroso arrepiante: a história de dois irmãos vampiros que se odeiam e de uma garota que se vê dividida entre os dois.
Depois as experiencias frustrantes com outras obras focadas no "vampirismo", resolvi encarar o livro de L.J. Smith. Conheci a história (assim como provavelmente maior parte das pessoas) através da homônima série de TV norte-americana. Adaptado a aquele contexto, senti um grande impacto em termos comparativos entre livro/série.

A trama inicia-se com volta da viagem para a França de Elena Gilbert, protagonista da série com sua família ou pelo menos o que sobrou dela, já que seus pais haviam morrido num acidente de carro. Passou a ser criada juntamente com sua irmã Margaret por sua tia, Judith.
"Elena Gilbert, descolada, loura e magra, a que lançava moda, a veterana do ensino médio, a garota que todo menino quer ter e toda menina quer ser."
Página 9
Em meio ao fim do namoro com Matt, o "bom de mais para ela" (como a própria julgou ser o motivo do fim do relacionamento) e as brigas com sua ex-amiga Caroline Forbes, que hoje compete por popularidade com ela, Elena conhece (ou pelo menos tenta conhecer) o novato Stefan Salvatore, sua nova presa. Rapidamente aquele apreço dela para ele torna-se paixão e vice-versa, mesmo com os "foras" que ela vivia recebendo dele. Num resumo rápido, envolto aos incidentes que tem acontecido em Fell’s Church, logo ela descobre a verdadeira identidade e sobre o passado de Stefan. 

Em termos gerais, o livro é decepcionante. Não que ele seja ruim, nem nada do tipo, o enredo é bem elaborado, os personagens de personalidade firme e com sua importância no contexto, mas como já citei, conheci a história através da série de TV cuja adaptação (se é que pode-se chamar de adaptação) é de fato superior a história original.

Tudo no livro acontece muito de repente, rapidamente e as vezes até sem sentido (como quando deixaram a festa para ir ao cemitério - quem leu deve entender o porque), deixando um tom de "é só isso?" no ar. Os momentos flashback de Stefan e o lado de Damon na história também foram pouco explorados. Como pontos positivos os "eu te amo" não se prolongam pelas páginas, o que deixa muitas obras de romance cansativas, principalmente para quem não curte tanto assim o gênero, como eu. Não é necessário citar já citando também que os vampiros não brilham no sol, o que já agrada bastante. Brincadeiras a parte, é uma leitura agradável mas não é o que esperava. E sem duvidas, indico muito mais a série de TV que o livro.

Avaliação


5 comentários:

  1. Oi!
    Recentemente também resenhei este livro e disse que devemos pensar na série de TV e de livros como algo separado, pois o livro deu origem, mas a série não se basea nele. Muitos leitores comentaram dizendo que acompanham ambas e que concordam com o que eu disse.
    Neste primeiro momento, também prefiro a série, ainda não sei se o clima dos próximos livros melhora, mas espero que sim, estava com grandes expectativas.

    http://www.blogdaninareis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Eu já li os dois primeiros volumes dessa série e gosto um pouco, não é lá essas coisas mas é um bom passatempo. Realmente as coisas acontecem rápido demais no livro, mas eu acho isso um ponto positivo, pois assim a leitura não fica maçante, o lado ruim é que alguns personagens são pouco explorados na trama.
    Abraços.

    http://viciadoemlivrosefilmes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Carlos, se antes eu não tinha o mínimo interesse pela série em livros, agora então. Adoro a de TV e a acompanho desde o dia em que o piloto foi lançado, mas os livros nunca despertaram o meu interesse. :\

    Espero que The Vampire Diaries (nova temporada), venha carregado de coisas boas para nós, telespectadores.

    Um abraço!
    http://universoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Poxa, é uma pena que você tenha se decepcionado com o livro. :/ É horrível quando isso acontece. :(

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  5. Minha opinião é o contrário da sua, hahaha. Comprei os livros faz um bom tempo, já li até o quarto que na minha opinião foi decepcionante e chato, nem cheguei a terminar. Os três primeiros me deixam apaixonadíssima, li em menos de uma semana e aí quando assisti a série fiquei muito passada, mudou bastante da história e acho que por estar acostumada com a história do livro, preferi ela e nem continuei assistindo a série.

    Coral,
    http://universeforwords.blogspot.com

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...